Número total de visualizações de página

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Brincadeira de incompetentes

A transferência de Kléber para o Sporting falhou porque o Atlético Mineiro, clube que detém os direitos desportivos do brasileiro (e parte significativa do passe), depois de ter informado os leões das condições em que o ponta-de-lança poderia ser resgatado, recusou a proposta formal enviada pelos dirigentes do clube de Alvalade.

Os leões já tinham chegado a acordo verbal com o Marítimo para a transferência no imediato do avançado para o Sporting, com o clube madeirense a receber a correspondente compensação financeira, tal como o presidente dos maritimistas, Carlos Pereira, confirmou ontem de manhã.

Por seu turno, Kléber, que tinha mostrado disponibilidade para se transferir para Alvalade, assinaria contrato por cinco épocas e meia com os leões, ou seja, até ao Verão de 2016. A duração do vínculo era uma prova de que os leões apostavam forte no jovem avançado, uma das maiores promessas a actuar em Portugal e que cedo mostrou as suas potencialidades.

O presidente do Atlético Mineiro, Alexandre Kalil, em declarações às rádios portuguesas, referiu não ter aceite a proposta enviada pelo Sporting porque nesta constavam «valores ridículos». Porém, segundo os dados recolhidos por A BOLA, a proposta dos leões era de 2,5 milhões de euros pelo passe do atleta, ou seja, superior àquela que foi feita pelo FC Porto (2,3 milhões de euros).

Confirmaram-se, assim, as suspeitas dos dirigentes do clube de Alvalade, que já no domingo demonstravam alguma renitência em dar o negócio por concluído, pois o comportamento dos dirigentes do Atlético Mineiro não seria o mais fiável.

A empresa Traffic, com que os leões mantêm boa relação, também tem percentagem residual do passe, mas nunca teria grande palavra a dizer na transferência.

Djalma recusou proposta leonina

O Sporting negociou com o Marítimo os termos de uma eventual transferência de Djalma para Alvalade e chegou a acordo de verbas com os insulares, que seriam ressarcidos financeiramente da perda no imediato do atleta.

No entanto, o angolano está em final de contrato com os madeirenses e recusou a proposta que lhe foi feita pelos leões, que, segundo os dados recolhidos, lhe oferecia um vencimento três vezes superior ao que actualmente aufere, mas, ainda assim, insuficiente para o convencer a mudar-se para Alvalade nesta reabertura de mercado.
Estes dados levam a acreditar que Djalma já terá acordo com outro clube para a próxima temporada, muito provavelmente, segundo fontes próximas do processo, também o FC Porto.

Sem comentários: